“Nós fizemos um novo anúncio da Coca-Cola: com um ‘toque'” – diz o Greenpeace da Austrália.

No início, até parece mais um comercial do refrigerante: jovens saudáveis, felizes, tomando Coca. Não demora muito e o vídeo que tinha tudo para terminar em mais um “final feliz” se torna chocante.

A proposta do Greenpeace  foi alertar sobre o impacto que as garrafas plásticas (pelo jeito, principalmente as da Coca-Cola) têm sobre o meio ambiente. Segundo eles, além de as garrafas de Coca-Cola poluírem os mares e matarem os animais, a empresa estaria sendo contra uma legislação de reciclagem que está perto de ser implementada no país.

O Greenpeace está arrecadando dinheiro para exibir o vídeo na televisão.

Eu achei uma cutucada bem forte. Fiquei pensando se esses pássaros do vídeos já estavam mortos na praia, se a galera do Greenpeace ficou os arremessando próximos dos atores – bizarro.

Pássaros afetados pelas tampinhas de Coca-Cola

Agora me vem a dúvida: a Coca-Cola que joga as garrafas no mar ou são as pessoas? Se a empresa é contra uma legislação que pode diminuir o impacto ambiental é uma coisa. Outra é acusá-la de sujar os mares. Mas e a responsabilidade social da companhia e sua capacidade de conscientização?

O que vocês acharam do comercial? Forte? Pagariam para ver na TV?

Deixe seu comentário