A Moçambique Fashion Week tem um acordo que proíbe o uso de tecido ou qualquer tipo de material ilegal proveniente de animais – justo – mas mesmo com a existência desse, nos últimos anos a caça tem aumentado ainda mais, e os números são assustadores.

Sendo a indústria da moda na África uma das causas principais desse tipo de atividade criminal, soltaram uma bela campanha, para alarmar e conscientizar as pessoas.

O efetivos anúncios trazem marcas que têm animais como logo, como Puma, Lacoste e Ecko com as peles arrancadas como forma de manifestação, desencorajando o maltrato dos animais.mfw_skinless_2 mfw_skinless_3 Quem assina é a DDB de Moçambique

Deixe seu comentário