Um dos principais desafios da atualidade, é o de encontrar alternativas para a geração de energia. Seja a que move os carros, seja a que ilumina as casas. Para veículos, já temos carros elétricos e até carros que usam lixo como combustível (de certa forma…). E para a produção de energia para casas, prédios e indústrias?

Para isso, pesquisadores da Universidade de Michigan estão desenvolvendo painéis solares transparentes. E sim, é impossível coletar energia solar através de um material transparente, já esse painel teria que absorver os raios solares e transformá-los em eletricidade. Por isso, a solução foi desenvolver vidros que “desviam” parte da luz.

Essas placas, chamadas de “células fotovoltaicas transparentes”, são quase iguais ao vidro. Fabricadas com sais que conseguem desviar as radiações solares invisíveis ao olho humano (como a radiação ultra-violeta), para os coletores instalados nas bordas que prendem o vidro, a tecnologia poderá criar prédios auto-suficientes em alguns anos. Imagine só: ao invés de ter apenas um conjunto de painéis captando luz solar durante parte do dia, será possível ter um prédio inteiro gerando energia enquanto o sol estiver visível.

Hoje em dia, esses painéis não estão disponíveis ainda, pois a sua eficiência ainda é de 1%. A expectativa é que ele seja lançado em breve, conseguindo transformar, no mínimo 5% da luz solar captada em energia elétrica.

Ah, ajudar o planeta e diminuir a conta de luz… O melhor de dois mundos!