A empresa Proxy42 lançou a cerca de um ano atrás o jogo que vai transformar a forma como jogamos FPS atualmente. Caso você ainda não tenha visto o vídeo de lançamento acima, o Father.io mistura realidade virtual com a realidade real. Com o celular acoplado a um dispositivo chamado de Inceptor, você poderá jogá-lo com seus amigos ou com qualquer outra pessoa que esteja jogando – desde que ela esteja perto de você – em uma realidade virtual fantástica!

Inicialmente, o jogo vai funcionar com iOS e Android e possui hardware exclusivo pois ele foi concebido por meio de uma campanha de crowdfunding e após a sua divulgação tem recebido muito apoio de vários aficcionados por games. A empresa tem escritórios na Itália e no Estados Unidos e caso atinja todas as metas de financiamento, os fãs terão acesso a conteúdos exclusivos primeiramente.

inceptor

O mapa do jogo é o local onde você se encontra e seus inimigos serão as pessoas ao seu redor e usando a câmera do celular para achar seus inimigos antes que eles te eliminem. O jogo fica mais interessante por que pode disparar contra eles a uma distância de 50 metros e caso dois grupos de jogadores disputam um determinado território e ao eliminar o adversário, o seu grupo pode reivindicar o território conquistado. Aqui no Brasil, essa semelhança não será mera coincidência, se é que me entendem.

proxy42fps

Os apaixonados pelo projeto podem gravar toda a ação no celular e compartilhar as aventuras nas redes sociais como YouTube, Facebook ou em outras redes que desejarem. No site você poderá se inscrever para o pré-lançamento, ganhar pontos, acompanhar o seu status entre outras vantagens prometidas.

multiplayer-real

Quem é da turma que fala que os jogos estimulam a obesidade, este vai incentivar e muito a atividade física, pois mistura ação e muita diversão. E nos resta saber como funcionará o Father.io em nosso país, onde temos uma bancada política muito tradicional e arcaica que, em minha opinião, só vai perceber os possíveis malefícios produzido por ele e outros jogos. Creio que um bom jogo estimula o raciocínio, pode educar e ainda servir como treinamentos para algumas de nossas atividades.

Deixe seu comentário