Felix Kjellberg é um jovem sueco de 25 anos e recebe, por mês, mais de 260 milhões de views em seu canal do Youtube. Leon e Nilce são um casal que juntam mais de 4 milhões de inscritos com conteúdo focado ao mundo nerd. É claro que você já ouviu do PewDiePie e do canal Coisa de Nerd, mas até que ponto conhecemos todos os influenciadores da internet?

E a resposta é simples, nós não conhecemos nem vamos conhecer, todos produtores de conteúdo. Com a facilidade de produção, hoje em dia todo mundo pode pegar seu telefone, gravar um vídeo e compartilhar com os amigos.

A publicidade e o jornalismo estão de olho nisso. Com vários nichos sendo atendidos por diversos nomes, cada público acha em algum produtor de conteúdo a voz para o que precisam ouvir. Mas não seria isso o papel de influenciador que era atribuído aos “globais” de antigamente?

E não é um antigamente tão longe assim. Nos anos 90 o comercial que passava no intervalo do telejornal e o colunista daquela revista quinzenal eram os maiores emissores que falavam diretamente com os receptores. Mas aí veio a internet, mudou-se o canal, receptor virou emissor e vice-versa.

Em 2014 a Revista Variety realizou uma pesquisa para ver quem eram as celebridades mais importantes para o público teen (13 a 18 anos) e 6 de 10 eram Youtubers. É por isso que muitas vezes é mais interessante pra marca entrar em contato com o público de uma forma nova, aliando o produto com alguém que tem influência.

O Meio&Mensagem realizou uma pesquisa com os jovens brasileiros para saber exatamente quem mais tinha influência no dia a dia. No top 20, 10 vem do Youtube. A lista completa é essa:

influenciadores-youtube

Tem até uma receita para atribuir a quem produz o conteúdo. Com base na resposta dos entrevistados, o que o público mais se importa é: autenticidade (15%), originalidade (13%), senso de humor (13%) e inteligência (12%).

O Youpix, célebre publicação sobre internet, realizou um mini-documentário que mostra essa questão dos “novos influenciadores” que vale a pena assistir:

Portanto, respondendo a pergunta inicial, cada vez mais os criativos (sejam de publicidade, jornalismo ou qualquer ramo de comunicação) precisam estar por dentro do que o público de suas marcas consomem. Não somos nada mais que produtores de conteúdo em um universo onde todo mundo pode ser produtor de conteúdo.

O profissional precisa se manter atualizado, nem que pra isso, precise olhar uns videozinhos da Kéfera de vez em quando.

Vamos abrir o diálogo: qual é o futuro da comunicação com esse novo papel dos influenciadores? Até a próxima.

Deixe seu comentário