Você lembra do cartaz com HIV, ação feita pela Ogilvy para a ONG Grupo de Incentivo à Vida, que rolou ano passado e faturou prata em Cannes? Não, então clica aqui.

Pois bem, agora foi a vez da Revista Vangardist, da Austria lançar uma edição feita e impressa com sangue. Isso mesmo, sangue.

A criação foi da Saatchi & Saatchi da Suíça e foram mais de 3 mil cópias com tinta feito de sangue soropositivo com HIV.

E ela foi embalada em um invólucro de plástico, desafiando os leitores a abrirem e folhearem tranquilamente as páginas da revista para quebrar o estigma do preconceito.

A intenção, é justamente dar destaque para uma doença tão alarmante quanto é, e aproveitar-se do Dezembro Vermelho para impactar ainda mais o leitor.

O Diretor Executivo de Criação da Saatchi & Saatchi, Jason Romeyko, diz:  “Essa é realmente uma daquelas histórias do tipo “Nada é Impossível” – pela qual estamos entusiasmados há muito tempo. Quando a Vangardist nos abordou buscando ajuda para aumentar a sensibilização com relação a essa importante causa envolvendo o Life Ball, em Viena, tivemos certeza de que havíamos encontrado um cliente muito corajoso.”

Na página do Facebook, você pode ver mais sobre a repercussão da ação.

hiv-revista-impressarevista-hivrevista-hiv

E aí, curtiu?