Em comemoração do dia da mãe no Reino Unido, e na esperança de aumentar a conscientização sobre os estigmas sociais da amamentação, a agência criativa Mother, baseada em Londres, instalou um seio GIGANTE no topo de um prédio próximo à sua sede, no bairro de Shoreditch.

Nas proximidades espalharam cartazes nas paredes que explicavam a intenção da iniciativa pop-up, mostrando que seu objetivo era passar uma mensagem social, em vez de simplesmente induzir choque.

Segundo a agência, a campanha #FreeTheFeed é “uma celebração do direito de cada mulher decidir como e onde eles alimentam seus filhos, sem sentir culpa ou constrangimento sobre suas escolhas parentais”.


Apesar daquela rede de agências criativas também estar presente em Nova Iorque e Buenos Aires, a iniciativa decorreu somente em Londres.

A discussão sobre a amamentação em público tem estado acesa em outros países, como os Estados Unidos, o Brasil ou o Reino Unido.

Em Julho de 2016, centenas de mulheres amamentaram em locais públicos na Argentina, depois de a polícia ter proibido uma mãe de o fazer numa praça.

No Brasil, algumas cidades têm leis que protegem as mães que amamentam em público e multam estabelecimentos comerciais que o proíbam.