10 dicas para designers

Bons trabalhos de design seguem princípios básicos que tornam mais eficazes a sua função. Hoje vemos o design em praticamente tudo: embalagens, sites, jornais, revistas, passaporte, móveis, interfaces… Abaixo seguem algumas dicas para quem trabalha especialmente com comunicação visual e que queira assimilar os conceitos teóricos visualizando-os em exemplos bem concebidos. Vamos lá?

  1. Mantenha o foco
  2.  Use linhas
  3. Escala e Hierarquia
  4. Equilíbrio
  5. Use elementos que se complementem
  6. Contraste: aumente ou reduza
  7. Repetição
  8. Use espaços em branco
  9. Alinhamento
  10. Divisão dos terços

 

  • Foco
    Um elemento essencial para qualquer boa composição é possuir um forte ponto focal em seu trabalho, principalmente quando você precisa contar uma história ou passar uma ideia. Exemplo: projeto de Matthew Metz

foco 

  • Use linhas para criar sensação de movimento
    Linhas desenhadas tornam uma trajetória visível que gera a sensação de movimento de um ponto inicial a um outro ponto final. A ligação também pode ser imaginária, criada pela mente do espectador, que intuitivamente percorre o olhar de um ponto a outro. Linhas podem ser utilizadas em fluxogramas por exemplo ou podem orientar o leitor à outros pontos de informação.

Exemplo:

thales_molinaVeja acima este projeto de uma reportagem para a revista Mundo Estranho feito pelo designer e ilustrador Thales Molina que utiliza linhas para guiar o olho do leitor, e depois possui vários níveis de informação depois.

Claro, nem todo projeto que você criar terá tais linhas óbvias. Encontre formas e linhas dentro de suas imagens e elementos gráficos e use-as para direcionar o olhar de várias maneiras. Por exemplo, veja este projeto de cartaz produzido pelo estúdio Design By Day que utiliza linhas fortes que leva a nos guiar o olhar para o ponto principal primeiro – o título –, e depois para vários degraus de informação.

linhas

  • Escala e hierarquia
    É muito importante ter um bom domínio sobre escala e hierarquia em seus projetos, pois eles lhe auxiliam a manter uma composição bem sucedida. Explicando de um modo breve, a hierarquia visual é a organização dos elementos gráficos mais fundamentais do projeto para os menos essenciais, desde que se mostrem adequadamente, a informação deve ser organizada, seguir uma lógica.
    A escala refere a vários tamanhos de elementos existentes no seu projeto que muitas vezes ajudam na comunicação visual. Por exemplo, este projeto de cartaz de autoria de Jessica Svendsen,  a designer usa uma imagem como um maior elemento, o que ajuda a atrair mais atenção das pessoas.

escala

  • Equilíbrio
    Você deve criar uma composição atraente, dinâmica, que instigue o espectador. Se o leitor desiste de ir até o fim da mensagem, certamente, deixará de assimilar informações importantes e a comunicação não terá sido eficaz. Lembre-se que o equilíbrio pode ser simétrico ou assimétrico.
    Este projeto da designer gaúcha da cidade de Pelotas, Dielen Fanka é um ótimo exemplo de composição simétrica:

simetria

Veja esse exemplo de um equilíbrio assimétrico muito bem sucedido. Este pôster por Munchy Potato emprega equilíbrio assimétrico por dispersão e ampliação de elementos propositadamente.

assimetrico

  • Use elementos que se complementem

…e todo mundo diz que ele completa ela
e vice-versa, que nem feijão com arroz

  • Já diz um trecho na música “Eduardo e Mônica” da banda Legião Urbana certo? Com certeza você já ouviu falar, também de cores complementares! Para uma composição eficaz é necessário usar com cuidado e propositadamente cada elemento do seu projeto de modo que cada parte complemente o todo.

Confira esse exemplo: os autores são do estúdio de design e comunicação italiano Jekyll & Hyde em conjunto com a designer Elena Bonanomi:

complementacao

  • Contraste: aumente ou reduza
    O contraste é útil tanto para destacar e esconder certos elementos em seu projeto. Usando uma cor de alto contraste, você pode auxiliar num determinado elemento destacá-lo e chamando-o mais atenção e da mesma forma, ao diminuir o contraste, você pode fazer desaparecer outro elemento existente no projeto.

O trabalho abaixo criado pela designer australiana Melanie Scott Vincent usa um clipe de papel amarelo sobre um fundo, também amarelo, a baixa diferença de contraste entre o objeto e o fundo reforças o nome do evento “ignored everyday”.

contraste

Vejamos mais exemplos:

Abaixo o designer português Bruno Reis usa a cor azul na sua composição para destacar títulos e demais textos em brancos.

contraste_brunoreisUse o contraste com um propósito, veja, por exemplo, a composição do designer brasileiro Pedro Panetto abaixo. Note que o contraste ajuda ajustar o foco do expectador para um determinado elemento no projeto.

contraste_pedropanetto

  • Repetição: use e abuse
    A repetição de elementos é um fator-chave quando se trata de layouts com várias páginas, como por exemplo em livros ou catálogos. Veja o projeto do designer italiano Mauro de Donatis

repeticao

  • Espaços em branco
    O espaço em branco quando usado com estratégia pode lhe ajudar a aumentar a clareza do seu projeto e a aparência geral, equilibrando as partes mais complexas e movimentadas de seu design.

Veja este pôster criado pela deisgner freelancer Corina

cocorrina

Para não dizer que citei apenas exemplos de impressos no post segue este projeto de design para a web feito por CreAtiveWeb

abani-web

  • Alinhe os elementos
    O alinhamento entre os elementos criam um layout limpo e eficaz, seja para a leitura ou simplesmente que seja agradável aos olhos. Veja essa composição produzida para essa revista: o projeto é de autoria do profissional chamado Huck

alinhamento

O alinhamento ajuda a criar uma ordem entre muitos elementos, principalmente se o seu projeto houver imagens ou textos. Existe muitas maneiras de alinhar o texto: à esquerda / à direita / centralizado / justificado. Use o bom senso que o seu projeto mereça!

  • Divisão dos terços
    A regra dos terços é uma técnica simples para dividir seus projeto em três linhas linhas e em três colunas, e nos pontos onde as linhas verticais e horizontais se encontram é onde seu foco deve ser trabalhado.

Confira este design de site feito por Gajan Vamatheva para a National Geographic. Você pode notar que as linhas se cruzariam sobre o ponto focal de cada imagem – os dois alpinistas na primeira imagem e a maior ave na segunda – As linhas também se cruzam em pontos ao redor das caixas de texto.

vamatheva

Existem diversos elementos que eu poderia citar em cada dica, mas o post ficaria demasiadamente grande. Você tem alguma dica quando vai compor algum projeto? Vamos conversar nos comentários!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Skol 360º e o anúncio acendedor de churrasqueira

Os assinantes da revista Playboy vão se deparar esse mês com um “anúncio acendedor”, criado pela F/Nazca Saatchi & Saatchi para a Skol 360º. O anúncio foi veiculado na edição de outubro da revista (Leona Cavalli na capa) e ele foi desenvolvido com película de tecido e parafina, que traz impressas as instruções de uso: você lê o anúncio, amassa, põe fogo e acende o carvão da sua churrasqueira! Simples assim… É a Skol ajudando o leitor no seu churrasco de fim de semana…

Jeep Wrangler edição especial Ano do Dragão

Como muitos já sabem, na China esse é considerado o Ano do Dragão (Year Of The Dragon). E em comemoração, o Jeep Wrangler criou uma versão especial comemorativa toda preta com detalhes em ouro e uma arte customizada em cima do tema, com destaque para os faróis de LED. Essa relíquia será apresentada no final de abril no Beijing International Automotive Exhibition 2012. Já quero um! *.*  #comofaz?