Dia 15 de agosto, a Índia comemorou 68 anos de independência (o país foi colônia da Inglaterra) e foi bastante cobiçada durante séculos: as terras indianas foram o objetivo de nações européias e com certeza você já deve ter estudado que portugueses chegaram ao Brasil, digamos que por engano, eles queriam mesmo eram chegar à Índia. Vou deixar essa parte da história à parte.

Atualmente enquanto em lugares vociferam a batalha entre os motoristas de táxis versus o aplicativo Uber mundão afora (incluindo o Brasil); lá na Índia na cidade de Mumbai ou Bombaim caso prefira; os taxistas conquistam a preferência dos clientes com arte e ilustração. O projeto Taxi Fabric mostram as ideias e talentos de designers e ilustradores  que contam a história da cidade ou simplesmente decoram o interior do carro por meio dos tecidos dos bancos dos automóveis em coloridas e vibrantes cores. Veja só:

taxi_india

taxi_india_mombaintaxi_india_funcaotaxi_artetaxi_designtaxi_ilustracaotaxi_bombaimForma x Função
Nem todos os taxistas vêem algo bom nisso por que para os indianos, como cita o Taxi Fabric, as gerações mais antigas acreditam que essa arte aplicada não segue às necessidades da forma. Na Índia o design apenas executa uma função. E graças a esse projeto, o conceito tem mudado as mentes dos mais tradicionais visto que essa forma de expressão, tem unindo forma e função: está integrando a comunidade local, turistas e com certeza os motoristas que participam do projeto se sobressaem aos concorrentes que topam ter os tecidos dos bancos ilustrados.

arte_indiafuncao_taxiforma_taxiarte_taxi_indiaOs taxistas acharam uma forma de atrair a atenção de novos clientes não tenho dúvidas, mas para o projeto continuar é preciso dinheiro e para isso, o Taxi Fabric está com uma campanha para angariar recursos para compras de tecidos, tintas e uma fábrica para dar continuidade ao projeto.

Enquanto não posso conferir esses desenhos tão bacana pessoalmente fico aqui na torcida pelos nossos amigos indianos pelo sucesso do projeto. Namastê!

Deixe seu comentário