Desde ontem, os pokemaníacos estão felizes. Com um vídeo de deixar qualquer fã do Pikachu de queixo caído, a Nintendo revelou o primeiro jogo para celular de Pokémon (o que você jogava no emulador, não conta).

E fazendo jus a tradição iniciada pelo saudoso Satoru Iwata (que esteve bastante envolvido nesse projeto), a Big N criou um jogo pensando nas características únicas dos aparelhos que vão rodá-lo. E se todo smartphone tem câmera, e a internet vem pedindo há anos por um Pokémon em realidade aumentada… Bem, por que não fazer isso e criar um jogo completamente original?

Pois é! Pokémon Go transformará cada jogador em um Ash da vida, fazendo com que o mundo onde se passam os desenhos e os jogos seja o mais real que pode ser. Você poderá caçar Pokémons pela cidade, e depois enfrentar outros treinadores.

pikachu

Usando a sua geolocalização, o jogo irá estimular que você ande pela cidade atrás de novos bichinhos para capturar. É um conceito interessante que já foi utilizado em outros jogos, mas nenhum com o apelo de um Pokémon.

No jogo, além de caçar e batalhar, você também terá que cuidar dos seus Pokémons. Pra ajudar nessa tarefa, a Nintendo – que não é boba e depois dos Amiibos viu que vender acessórios colecionáveis é uma boa forma de aumentar o lucro – criou uma mistura de Pokebóla com marcador do Google Maps. Ele é um acessório Bluetooth que irá avisar o jogador sobre várias coisas, enquanto elas acontecem.

pokemon go

O jogo sairá em 2016 para Android e iOS. Eu só quero conseguir um Jigglypuff, porque é o bicho mais irritante que tem. E você? Qual Pokémon vai usar?

Atualização 06.07.2016: E finalmente hoje foi liberado o jogo nas lojas de aplicativos Google Play e App Store. Divirtam-se e nos digam o que acham.

 

Deixe seu comentário