Quadrinhos são uma incrível forma de arte. Contenham super-heróis ou não, as HQs têm o poder de se conectar com o leitor, sejam grandes álbuns como V de Vingança, sejam tirinhas, como tantas ótimas que existem na internet. E a ilustradora Yao Xiao, que nasceu na China mas mora em Nova York, usou esse formato de arte para demonstrar a diferença entre dois tipos de comportamento, na mesma situação: Você deveria estar dizendo obrigado, ao invés de pedir desculpas.

Yao percebeu um comportamento que é comum, e recorreu à forma de arte que mais aprecia para dizer que você não precisa ficar se desculpando por existir. O que deve ser feito, é apreciar o carinho, a boa vontade e o que mais de positivo as pessoas fazem por você, mesmo quando você acha que existe um problema nisso.

Quadrinhos ensinam: Muito obrigado é melhor que desculpa

Se você quer dizer “muito obrigado”, então não diga “desculpe”

Quadrinhos ensinam: Muito obrigado é melhor que desculpa

“Obrigada pela sua paciência” – “De boa” / “Desculpe, estou sempre atrasada” – “Tanto faz”

Quadrinhos ensinam: Muito obrigado é melhor que desculpa

“Obrigada por passar um tempo comigo” – “Claro” / “Desculpa se eu te atrapalho” – “Aw, desculpa”

Quadrinhos ensinam: Muito obrigado é melhor que desculpa

“Obrigada por me ouvir” – “Me desculpe por ficar reclamando”

É aquele comum “desculpa qualquer coisa”, sabe? Por que, ao invés disso, não falamos “obrigado por tudo”? Não é muito melhor pra quem ouve, mesmo que você tenha feito algo chato (e muitas vezes, apesar de acharmos que estamos atrapalhando, não estamos), ouvir algo positivo (obrigado) do que negativo (desculpa)?

Quadrinhos ensinam: Muito obrigado é melhor que desculpa

“Obrigada por me entender” / “Desculpe-me por não fazer muito sentido”

Quadrinhos ensinam: Muito obrigado é melhor que desculpa

“Obrigada por me apoiar esse tempo todo / “Desculpe-me por ser uma decepção”

Quadrinhos ensinam: Muito obrigado é melhor que desculpa

Aprecie os outros pelo que já fizeram, quer saibam ter feito ou não / Não se desculpe por simplesmente existir, pois isso não é errado.

Esses quadrinhos são simples, mas trazem à tona um pequeno problema que, quem está na busca por uma vida mais positiva, aprende como palavras são importantes. E eu não estou falando PNL, ou coisas do tipo. Mas dos próprios hábitos de quem as diz. Se você passa o tempo todo se desculpando, vai faltar confiança para conquistar o mundo.

Deixe seu comentário