Com tantas premiações no mundo da publicidade – e faltando menos de um mês para os leões – chegou mais uma que não precisávamos, o Handy Awards!

Depois de Cannes, Clio, The One Show, Effie, New York Festival, ADC, D&AD, CAA, ADDY’s e dezenas de outras siglas e nomes que alegam eleger “os melhores” no mundo da comunicação, o Handy é um prêmio que se sobressai pelo simples motivo de ser mais honesto em seu propósito do que todas aquelas previamente mencionadas.

handys_2handys_3

Os metais que inflam os egos – já super-inflados – dos criativos e das agências do nosso mundinho, finalmente têm um prêmio digno e verdadeiro!

Claro que não é nada mais do que um fake, mas achei a ideia excelente. Em um modo fantástico de criticar tudo isso e diferente das que conhecemos, o Handy é MUITO fácil de ganhar, basta abrir o site no seu telefone e agitar fazendo movimentos de uma… “auto-recompensa”. Quanto mais tempo você mantiver o shake, mais “prestigioso” será seu Handy.handys_4

A crítica não para por aí! Chamando a atenção para o formato do troféu, critica simultaneamente o fato de que somente 3% dos diretores criativos são mulheres, e isso é um belo puxão de orelha na nossa indústria!

Seus co-fundadores preferiram ficar no anonimato, se este “filho fosse meu”, levantaria com orgulho a bandeira da paternidade! Achei um modo realmente incrível e de bom-humor para criticar e tratar assuntos tão delicados – da série “queria ter tido esta ideia”.

E aí, o que estão esperando? Acessem, masturbem seus egos e garantam já seu Handy!

Deixe seu comentário