A rede de fast food Bob’s, vende a ideia de que seus sanduíches são tão gostosos que a vontade de comer é incontrolável. Então, para facilitar que você consiga saboreá-los o quanto antes, a NBS criou uma embalagem totalmente comestível.

É isso mesmo. Nos restaurantes participantes da ação, que aconteceu por um dia, você poderia comer os sanduíches com papel e tudo. O conceito da marca (“Não dá pra controlar”) foi passado de forma clara e diferenciada, mas talvez na prática possa ser um pouco estranho.

Como será que ficam o gosto e a textura do hambúrguer? De repente como ação e experiência seja divertido participar, mas confesso que vendo o vídeo não tive tanta vontade assim de degustar a embalagem.

A peça ‘Embalagem Irresistível’ foi premiada com bronze na categoria design, no Festival El Ojo, e segundo a fan page do Bob’s, a ideia deu tão certo que não sobrou nenhum papel para contar história.

E você? Experimentaria ou ficaria só olhando?

40 comentários
  1. vendo o video acho q não, mas se vc fosse comprar o hamburger na hora e se depara com a embalagem comestivel, seria um experiencia bacana… gostei do conceito!

  2. Peraê…se a embalagem é justamente para proteger o alimento da sujeira das mãos, você come o sanduíche temperado de bactérias? Fora as bactérias das mãos de quem prepara. Veneno por veneno, vamos todos morrer mesmo. #fail

  3. mas o que torna o lanche mais irresistível não é justamente a aparência? a gula chega a esse ponto? que feio, gente!

  4. mas o papel do trident se mistura facilmente ao chiclete rs….só perde o sabor mais cedo. Agora, se é verdade ou foi invenção, não sei

  5. A verdade é que todo papel é comestível. Se ele se mistura ao chiclete, eu não sei porque nunca quis comer papel. Hahaha

  6. Se bobear o papel é mais gostoso do que o lanche deles… heheh

  7. Duvido que tenha funcionado, TODOS os papéis devem ter sido jogados fora, exceto o de algum bebado que estivesse por lá.

    Todo mundo sabe que embalagem tem FUNÇÃO. Senão poderia não TER embalagem logo.

  8. Os hambúrgueres existem nos EUA desde meados de 1890, e a cultura geral do país é de comer o sanduíche com as mãos. Com a fama se expandindo pelos outros continentes, alguns países mais higiênicos trocaram o hábito de comer pelas mãos pelo de usar um guardanapo. Passei um ano lá e aderi à cultura, comi sem guardanapo. É fácil lavar as mãos antes de comer. Se as pessoas estão comendo esses sanduíches com o papel sem a mão lavada, é com eles, não com o estabelecimento. Mas não diga "veneno por veneno" como se fosse o estabelecimento. E não fale das regras de higiene do Bob's sem antes ter trabalhado lá. "Fora as bactérias das mãos de quem prepara", e sua autoridade pra falar isso é qual? Se for mais do que zero, já está me impressionando.

    Querida, quando for tentar ser reacionária, tenha argumentos melhores.

    =*

  9. E adoro gente que fala isso mas faz misto em casa com pão de sal e come sem guardanapo também… Super diferença, né? E aposto que não lavou a mão depois de botar o dedo no nariz. rs

  10. Tá certo, fazendo jus a todos os fasts foods onde o lanche tem gosto de papel ou sola de sapato.

  11. Pior eu que já comi skiny com gosto de fósforo! kkkk e até que é bom! depois é só fazer esse teste a próxima vez q eu for no bobs

  12. Afinal eu vou fazer esse teste pra ver q gosto tem o papel junto com o hambúrguer! pq se vcs provarem o skiny sabor natural vão sentir gosto de fósforo!

  13. Fora a higiene, é muito melhor e mais gostoso comer um lanche vendo ele do que ele " disfarçado" com papel. Comemos essas gordices pela aparência, cheiro… com o papel iria cortar um pouco o nosso barato.

  14. a ideia é legal pq é diferente mas po, o que chama a atenção em um lanche de fast food é a aparencia..isso de comer com papel e tudo foi ridiculo, poderiam ter pensando em alguma outra coisa!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Ação em açougue usa papel com imagens de animais famintos para promover Safari

Parece que encontram um novo local de divulgação: Açougues. Depois da ação…

Fanta cria anúncio comestível para promover novo sabor

A ideia de criar anúncios comestíveis não é novidade, vide o da MTV desenvolvido pela Loducca (veja aqui). Mas a Fanta usou a ideia e criou – não o primeiro anúncio comestível do mundo – e sim o primeiro anúncio comestível E com sabor, do mundo. Isso mesmo. Bastava o leitor arrancar um pedacinho do anúncio e mastigar para conhecer o novo sabor ainda mais marcante de laranja. Olha só: Mesmo não sendo algo fantástico, foi uma forma diferente de “amostra grátis”.

Budweiser deixa você decidir quando acaba o happy hour

Você está no bar e na hora que vai pegar mais uma cerveja descobre que o happy hour acabou. Para solucionar esse problema, a Budweiser criou o Bud Clock. A conta é simples: a cada Budweiser comprada, um minuto a mais de festa. Com isso, a marca deixou que o próprio público decidisse quando era para terminar. Para contabilizar o aumento do tempo bastava aproximar a bolacha de chopp do relógio, que através de um QR Code validava o acréscimo. A ação foi idealizada pela Rivas Herrera Y&R.