Conar tenta explicar sua função no mercado publicitário
Faz pouco tempo que você que acompanha as notícias do mercado publicitário se deparou com a polêmica da campanha do Itaú intitulada Digitau‘, criada pela agência África. O próprio banco depois criou um vídeo explicando a licença poética que a redação publicitária é beneficiada.

Mas tudo partiu das 15 reclamações que chegaram ao CONAR. E isso também gerou críticas aos órgão que resolveu também explicar qual o seu papel no mundo publicitário brasileiro.

Com o mote “Quem cria, nem sempre percebe o que há de errado.”, a campanha usa o humor ao mostrar o dia a dia de uma senhorinha e o seu gambá de estimação, reforçando que o Conar “escuta os consumidores e cobra ações do mercado publicitário.”

conar-gamba-fifi

Achou válida a campanha de explicação?

Engraçado é ler os comentários do vídeo no Youtube…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Volkswagen e o 1° test drive em um anúncio impresso

A Volkswagen da Noruega lançou um aplicativo para iPhone que usa realidade…

Sacola criativa que lembra o motorista de usar o cinto de segurança

Uma concessionária de rodovias no Paraná, a Ecocataratas, desenvolveu em parceria com…

NoButts.org | Anti-Cigarette Butt Pollution Campaign

Sempre vemos campanha mostrando os malefícios de fumar e que nos fazem, pelo menos, pensar sobre isso. Mas esses anúncios criados pelo criativo Jason Perez para a NoButts.org segue uma direção diferente e foca na poluição causada pelos cigarros jogados na natureza. As peças – fortes – trazer animais cortados na transversal onde é possível observar que eles se “alimentaram” de restos de cigarros jogados e consequentemente, morreram. Confira (clique nas imagens para ver detalhes): Ótima execução para tratar de um assunto que ninguém percebe. Nos acompanhe também pelo Twitter: http://www.twitter.com/comunicadores