E depois de 8 anos McDonald's muda seu uniforme no Brasil

Quem frequenta os restaurantes do McDonald’s reconhece de cara o uniforme dos atendentes.

Só que a icônica camiseta cinza listrada, desenhada (em 2007) pelo estilista Alexandre Herchcovitch e usada pelos funcionários desde 2011 vai dar lugar a peças mais coloridas.

Nas próximas semanas, os cerca de 2 milhões de clientes diários do McDonald’s irão notar uma diferença nos restaurantes da rede. Os mais de 50 mil funcionários estarão trajando novos uniformes.

Os novos modelos, trazem looks esportivos com listras e cores e modelagens confortáveis para trabalhar. As novas peças também são mais modernas, despojadas e dinâmicas, que atendem uma nova geração de funcionários e clientes.

O conjunto de cores, conforto e qualidade foram os principais requisitos para a estilista Patricia Saada, que desenvolveu as peças. Ela é filha de um franqueado da rede e participou de um projeto que a capacita para dar continuidade aos negócios do pai.

E depois de 8 anos McDonald's muda seu uniforme no Brasil

Com a missão de conectar os conhecimentos da operação de um restaurante à moda, a estilista selecionou duas opções para os atendentes: um modelo que faz referência aos chefs de cozinha e outro mais despojado, desenhado para traduzir a alegria dos funcionários, por meio de cores vivas. Além disso, terão modelos para os anfitriões e gerentes, entre outros.

 

E depois de 8 anos McDonald's muda seu uniforme no Brasil
Uniforme Antigo do McDonald’s BR

E então? Gostaram da mudança?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Outdoor duplo mostra o resultado negativo da pressa no trânsito

Sabemos que quando misturamos irresponsabilidade com pressa no trânsito quase sempre o…

Heineken apresenta conceito de garrafa com LED que interage com o ambiente

Inovação e tecnologia são duas palavras que andam de mãos dadas quando o assunto é Heineken. É muito frequente vermos a marca propondo soluções bastante criativas para proporcionar experiências diferenciadas em ações de ativação. Durante a Milan Design Week, a marca trouxe mais uma proposta interessante, chamada de ‘Heineken Ignite’. Estamos falando basicamente de uma garrafa com LED e sensores, que fazem com que sua cerveja se torne um objetivo interativo por meio de conexão Wi-Fi. A ideia funciona de forma simples. Durante determinados momentos, ela consegue acender e marcar o ritmo da música que o DJ está tocando durante a festa ou ainda ser iluminada quando você e seus amigos forem fazer um brinde… Enfim, ela fica totalmente sincronizada com o ambiente em que você está, abrindo uma série de possibilidades. E mais, no momento em que você solta a garrafa, ela simplesmente se apaga, voltando ao seu estado normal. É claro que tudo isso ainda está sendo tratado como conceito (foram feitas 200 unidades), o que nos impede de no momento levantar questões, por exemplo, sobre como seria feita a reciclagem da garrafa, e também quanto o produto custaria para o consumidor. Mas a proposta tem potencial para funcionar, principalmente em eventos ou ativações específicas. Quem foi ao Lollapalooza este ano, pôde presenciar uma ação da própria Heineken que distribuiu pulseiras que acenderam em determinado momento e acompanharam a música que estava tocando. Confira abaixo como foi a apresentação do conceito Ignite, desenvolvido pela Tribal DDB.

Esqueceu a chave de casa? A Nike mostra uma solução

Uma das coisas mais chatas e chegar em casa e perceber que esqueceu a chave. Ou você volta para o trabalho para pegá-la ou faz como a ginasta Gabby Douglas nesse vídeo que promove a principal caracteristica do tênis Nike Free, a flexibilidade. E então? Aceita o desafio?