O fotógrafo Donald Webber é um apaixonado por fotografia e por um tema em específico: mostrar como é o “mundo atômico” em que vivemos e quais são as consequências de um problema nuclear. Por isso, ele foi o primeiro fotógrafo a visitar a zona de exclusão de Fukushima, logo após os desastres ocorridos na região em 2011. Ele fez fotos bem impressionantes.

Donald já fotografou o que restou de Chernobyl, tanto as partes inabitáveis, quanto a população que permanece na região. Logo depois que a cidade foi evacuada, ele decidiu ir até a cidade e mostrá-la para o mundo. As casas abandonadas de uma hora para outra, as ruas destruídas pela tragédia e até um corpo que ficou esquecido em uma plantação. Tudo isso é mostrado no documentário feito pela Vice. Veja:

Veja as fotos da zona de exclusão de Fukushima.

Vendo o que pode acontecer, o que você acha? Os benefícios de uma usina nuclear compensam os seus riscos?

E o que acham do trabalho do fotógrafo?

2 comentários
  1. O que ele diz sobre a foto do corpo na lama me deu medo, cara doido, apesar que é um fotografo muito bom adorei as fotos: tristes mas interessantes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Um lago que transforma animais em pedra

É isso mesmo que você leu no título. Não, a medusa não…

Enfim uma mulher fruta que vale a pena conhecer

Algo comum entre os artistas, é fazer o seu auto-retrato. E foi o que a fotógrafa espanhola Cristina Otero fez: só que ao invés de uma representação “tradicional” de quem ela é, Cristina resolveu mostrar o seu lado de “mulher fruta”! Hehe. Eu não aguentei e tive que fazer a piadinha… Não foi boa, ok, mas de que outra forma eu poderia dizer que finalmente encontramos uma mulher fruta que, na minha opinião, vale a pena conhecer? A criatividade e técnica dessa guria de 16 anos, que é fotógrafa apenas a dois anos e meio, trouxe um ensaio criativo e divertido. Olha só:   Apesar de eu achar que ela exagerou no uso do Photoshop em algumas fotos, perdendo a mão na definição de cores e do contraste, gostei das composições (principalmente das feitas com o abacaxi e as cerejas). Em alguns momentos é sensual, em outros é selvagem, mas em todos é divertida. Ao menos é o que eu acho. .. E aí? Curtiu?

Ensaio fotográfico dá vida a estátuas de porcelana (que lutam Kung Fu)

O fotógrafo alemão Martin Klimas criou um “ensaio” apenas com lutadores de kung fu feitos de porcelana. Mas ao invés de se contentar em fotografar as estátuas em suas posições originais, ele teve uma idéia muito legal: fotografar enquanto elas quebravam. Deixando os lutadores cairem de uma altura de 3 metros, e fotografando o momento em que elas tocavam o chão e começavam a se despedaçar, foi possível criar uma ilusão de movimento (dos golpes, e não das quedas): Eu gostei muito, e você?

Bocas Gulosas

Visual bacana da nova campanha dos Vigilantes do Peso (Weight Watchers) da França, incentivando as pessoas a pararem de fazer dieta malucas e aprender a ter uma alimentação correta. Criação da agência Fred & Farid.