Depois de anunciar o lançamento de seu “iPhone” (um smartphone Android), a Gradiente, que estava sumida no mercado, explica o porquê do nome de seu novo produto. Em um vídeo, a empresa diz que o iphone é a abreviação de “internet + phone” e diz ter o registro da marca desde 2008 – solicitado em 2000.

A Gradiente também comenta sobre a Apple, dizendo ser uma empresa “super competente” e faz uma comparação entre o Gradiente iphone e o iPhone de Steve Jobs: O da Apple “tem mais velocidade e resolução de tela, além de outros recursos”.

Dê o play para entender tudo:

Sobre o vídeo, dá para se ter vários pontos de vista. Uns podem achar a atitude da Gradiente extremamente “louvável”, já que a empresa foi sincera e humilde, principalmente ao reconhecer as qualidades da Apple.

Outros acreditam que eles estão apenas tentando se aproveitar do sucesso e do destaque que a Apple conquistou no mercado.  No vídeo, a Gradiente fala, inclusive, sobre um pouco de sua história e reforça o fato de que está voltando para o mercado.

E aí, será que a Gradiente foi humilde ou ela preferiu não comprar uma briga já perdida?  
O que você acha?

39 comentários
  1. Li outro artigo a respeito e o autor não considera uma briga tão perdida, já que pelo registro no INPI a Gradiente pode ao menos proibir as vendas, no Brasil, do iphone da Apple com esse nome, caso não haja um acordo entre os envolvidos. Quero acompanhar no que, essa história, vai dar.

  2. Nem um, nem outro.

    A Gradiente nunca foi líder no mercado de telefonia celular.

    Além disso, a 'desculpa' pelo qual os gênios do MKT da Gradiente deram sobre o nome é completamente sem nexo, pois se o nome deriva de 2 palavras (internet + telefone) ele não deveria se chamar iPhone (ai.fo.ne), e sim, i-fone (i.fo.ne). Nunca vi ninguém dizer "ai.ter.net".

    Além do mais, o registro mundial da marca é de propriedade da Apple. Tentar registrar um nome idêntico apenas colocando um nome secundário (Gradiente iPhone) em um país específico nada mais é que uma tentativa frustrada de tentar alavancar uma marca que sequer tem representatividade no mercado citado.

    O aparelho pode ser ótimo, a marca é séria, mas que é uma desculpa bem esfarrapada, isso é.

  3. Intrigante o posicionamento da Gradiente em relação ao caso. Acredito ser uma estratégia de marketing e publicidade frustrada, uma vez que ao tentar se aproveitar do sucesso do Iphone da Apple no Brasil, e do alto valor de aquisição, deixando distante da realidade de muitos Brasileiros e apresentando o Iphone da Gradiente como uma opção para aqueles que sonham em contar com um produto de mesmo nome. Vejo como uma segunda opção àqueles que não têm condições. Porém, ao jogar a "merda" no ventilador, e criar essa polêmica a Gradiente se viu em uma emboscada, como diz o ditado popular é "Cutucar o leão com vara curta", uma vez que todos sabem o poder mundial da Apple. Até ai, tudo bem, mas ao criar esse vídeo, que acredito que já estava planejado quando tudo começou, e tentar diferenciar os dois produtos, a Gradiente usou fracos argumentos, insignificantes, exaltou o concorrente, e não atingiu o seu objetivo, acredito eu, de servir como uma segunda opção e assim ter sucesso com a venda de seu produto. Uma postura errada, uma vez que as marcas, ao se fortalecerem no mercado devem se mostrar confiantes e integras e elaborarem boas estratégias ao apresentarem o seu produto.

  4. Intrigante o posicionamento da Gradiente em relação ao caso. Acredito ser uma estratégia de marketing e publicidade frustrada, uma vez que ao tentar se aproveitar do sucesso do Iphone da Apple no Brasil, e do alto valor de aquisição, deixando distante da realidade de muitos Brasileiros e apresentando o Iphone da Gradiente como uma opção para aqueles que sonham em contar com um produto de mesmo nome. Vejo como uma segunda opção àqueles que não têm condições. Porém, ao jogar a "merda" no ventilador, e criar essa polêmica a Gradiente se viu em uma emboscada, como diz o ditado popular é "Cutucar o leão com vara curta", uma vez que todos sabem o poder mundial da Apple. Até ai, tudo bem, mas ao criar esse vídeo, que acredito que já estava planejado quando tudo começou, e tentar diferenciar os dois produtos, a Gradiente usou fracos argumentos, insignificantes, exaltou o concorrente, e não atingiu o seu objetivo, acredito eu, de servir como uma segunda opção e assim ter sucesso com a venda de seu produto. Uma postura errada, uma vez que as marcas, ao se fortalecerem no mercado devem se mostrar confiantes e integras e elaborarem boas estratégias ao apresentarem o seu produto.

  5. Acho que a Gradiente deveria era ter baixado sua bola, esquecido esse tal de "Gradiente iPhone" e inovar em outro produto com um nome diferente. Mas, não é a toa que a algum tempo atrás, a mesma quase decretou falência por R$ 3 mil reais.

  6. Independente dos motivos que levaram à Gradiente a escolher e registrar o nome "Gradiente Iphone"… sem entrar no mérito de "quem se inspirou em quem"… esse video de campanha com o intuito de explicar o produto me pareceu bem "simpático"… acho que a Gradiente acertou a mão no que diz respeito à comunicação para o mercado e seus clientes. Manteve uma estratégia de "bons vizinhos" e fez até mais do que competia à ela e aos seus interesses, que era simplesmente falar de seu produto. Preocuparam-se em explicar as diferenças entre seu produto e do concorrente, sem rebaixar o outro e salientando os próprios pontos positivos. Atitude esta rara e bastante respeitável no que se refere à comunicação hoje em dia.

  7. A Apple não tem como entrar com uma ação, o registro do nome consta como Gradiente iPhone. Se o nome fosse apenas "iPhone" não era possível nem fazer o registro do produto.

  8. Acho que foi muito interessante a proposta do video e a forma como o marketing da Gradiente trabalhou nessa proposta, só achei que eles acabaram alavancando um pouco demais o iPhone Apple e deixaram o Gradiente iphone meio que como realmente inferior ao "concorrente". Tudo bem, ele pode até ser inferior ao Apple, mas eu nao teria explicitado tanto assim…

  9. Pedro Ruta Jr. se você não tem conhecimento na língua inglesa deixe-me explicar

    Internet sem o "e" no final é uma palavra em inglês
    Phone com "ph" tbm é uma palavra em inglês

    sendo assim IPHONE se lê sim, AI FONE, mas já que a expressão original "internet phone" está em inglês não seria sensato escrever "aifone" ou "aiphone" oou seja lá como vc acha que deveria ser escrito isso….

  10. What?! Pra quê mesmo dizer que o produto da concorrência é melhor?! Mesmo que o publico alvo seja outro, isso perde a credibilidade e o interesse?!

  11. Por que cargas d'água um individuo vai comprar um smart fone que com nome de outro aparelho que a própria marca assume ser superior, se existem aparelhos do mesmo porte (Samsung, Motorola, Nokia etc…) que já estão com diversas gerações de smart fones com android há muito mais tempo no mercado!??
    Na boa, a Gradiente já teve seu apogeu na tv de tubo agora celular pra quem sabe fazer vai…

  12. Concordo com o Rodrigo, a comunicação foi simples, eficaz, e verdadeira. É óbvio que o Apple é cem mil vezes melhor que o Gradiente, mas ela mostrou seu diferencial sem agredir a concorrente da maçã. Ela poderia ter feito um comunicado apenas explicando a questão do registro e que a Apple estava usando a marca sem sua autorização, prejudicando a imagem e a credibilidade da Apple. Pra mim a Apple acerta no começo e no meio , mas em fábricas que mais parecem campos nazistas , por mim a Apple vai a falência , eu não compro nada dela. Agora, vamos ver se a Apple vem a público se defender, e falar o motivo que continua usando uma marca que não lhe pertence.

  13. Pedro, em nenhum momento o vídeo fala que a Gradiente foi líder em telefona celular. sobre o nome, é lógico que eles tem que "vender o peixe" deles, eu acho que realmente a Gradiente não copiou a Apple, pois se fosse assim, teria vendido o nome para alavancar a recuperação judicial.

  14. Me parece claro que a Gradiente não quer, e nem precisa, de brigas. Tem exclusividade do nome no Brasil até 2018. Basta continuarem vendendo seu aparelho pro público que é muito diferente da Apple, recolher sua parcela de dinheiro com a Apple, por conta do nome iPhone e se recuperar com ajuda do seu "primo rico" Pra que briga? ;)

Deixe uma resposta
Leia também

Este pode ser o próximo meio de transporte de quem bebe e dirige…

Essa ótima ação tem um tempinho, mas achei interessante postá-la aqui no…

Um teste auditivo para abrir os olhos sobre um sério problema

No vídeo que está no topo deste post, você é convidado a…

Diet Pepsi e a Coca Cola

Todos sabemos da ‘rivalidade’ entre a Coca-Cola e a Pepsi e esse impresso da agência BBDO Duesseldorf, Germânia mostra claramente isso… Preciso explicar?! Nos acompanhe também pelo Twitter: http://www.twitter.com/comunicadores