Admito que sou muito fã de Oreo, então as coisas que são feitas para eles acabam fatalmente ganhando rapidamente minha atenção. Não estou dizendo que por gostar da marca e do produto, facilmente as ações e campanhas que eles fazem me agradam. Pelo contrário, acabo sendo um pouco mais chato por sempre esperar algo muito bom.

O vídeo “Sound Of Oreo” foi mais uma proposta onde isso aconteceu, e o resultado ficou muito bom! Ok, a ideia já não é mais tão inovadora assim. Eu mesmo recentemente postei aqui no Comunicadores o vídeo da Gillette que tem proposta semelhante. Mas isso não tira o fato de que a DödaVänster, de Buenos Aires, mandou muito bem na criação e na execução.

soundoforeo

Eles criaram uma música utilizando como instrumentos o biscoito, sua embalagem e até mesmo copos de leite, que caracterizam bastante a comunicação utilizada pela marca.

Deixe uma resposta
Leia também

Cortando os gastos…

Cortar gastos nas empresas sempre é um assunto que deve ser estudado e planejado com cuidado para que alguns elementos importantes não sejam excluídos, gerando má qualidade nos serviços. E a galera do Porta dos Fundos mostra de forma bem humorada (claro) quando essas escolhas são mal feitas. Uma ótima lição para as agências e para os clientes que fazem o máximo para cortarem custos, onde na maioria das vezes são essenciais…

Um Dia das Mães Emocionante

Tentei achar um comercial que expressasse todo clima que rodeia essa data. E acredito que esse seja perfeito. Não vou estragar a surpresa: Depois dessa emoção, desejo um belíssimo Dia das Mães! ;)

Um comercial da Nike com os Power Ranger

GO GO POWER RANGER! Quem não se lembra da musiquinha dos famosos Power Rangers?! Mas no Japão, a febre dos “super hérois coloridos” é muito grande. Com isso a Nike japonesa (mas não sei a agência) fez um comercial inspirado nos Power Rangers, mas não vou entrar em detalhes, acho melhor vocês assistirem e tirarem suas conclusões:

Nem tudo em um comercial é feito no computador

Muita gente acha que muito do que aparece em qualquer comercial é computação gráfica. Confesso que eu pensava assim, e o vídeo da produtora The Marmelade me deixou impressionado: vídeos de tomates explodindo, gotas d’água se chocando e chocolate derretido “dançando”: tudo isso é real, e criado com muita técnica, paixão e uma equipe criativa. Sabe aquelas imagens em que a bebida é servida em câmera lenta, e você vê o copo ficando embaçado com a mudança de temperatura, fazendo com que você sinta uma vontade enorme de experimentar? Pois é, no vídeo, é possível ver como isso é feito. Usando câmeras de alta velocidade (aquelas que gravam em milhares de quadros por segundo, e permitem uma “desaceleração” fantástica), além da ajuda de um braço robótico, a produtora atinge resultados originais, criando imagens que deixam qualquer produto muito mais sedutor. Ao contrário do que muita gente (eu incluso) pensa, nem tudo é feito no computador…