Para incentivar vacinação contra H1N1, Bandsports cria a ‘Vacina Antirival’

Um dos momentos mais tensos entre pais e filhos durante a infância é o dia de levar as crianças para tomar vacina. Para elas, é uma das piores coisas do mundo (com toda razão, né?!). Enquanto isso, para os pais, tem uma sensação que chega perto disso, mas em vez de ser algo pontual pode render pro resto da vida: ver o filho ou filha torcendo para outro time de futebol.

Brincando com essa situação, o canal Bandsports desenvolveu com a Ogilvy Brasil uma solução para que os pais pudessem convencer um pouco mais fácil as crianças a irem tomar a vacina contra a H1N1, ao mesmo tempo que eles mesmos também fossem impactados pela comunicação.

Assim surgiu a Vacina Antirival. Como a ação aconteceu em São Paulo, quatro times foram utilizados: Corinthians, São Paulo, Palmeiras e Santos. E aí na prática funcionou da seguinte forma. Se você for corinthiano, poderia vacinar seu filho para que ele jamais se torne um torcedor do São Paulo, por exemplo. Após escolher o rival, os pais e filhos eram direcionados para uma sala totalmente personalizada com o time em questão.

Algumas cenas do vídeo transmitem a ótima sacada que foi transformar um momento horrível para crianças, em um pouco algo mais divertido que fizesse elas enxergarem a situação de uma maneira diferente do habitual.

vacina_antirival_1vacina_antirival_2vacina_antirival_3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Surfrider | “O lixo jogado no mar um dia volta. Pra todo mundo.”

A Surfrider Foundation, é uma ONG presente em todo o mundo (e também no Brasil) que luta contra a poluição dos oceanos e suas consequências negativas. E com o objetivo de conscientizar e alertar as pessoas sobre os problemas do lixo deixado nas praias, a agência Script criou a ação chamada “Devolução”. A partir de um mailling de surfshops e ONGs conveniadas, foram enviadas para a casa das pessoas, via correio, 10.000 caixas contendo objetos despejados nas areias. Além de copos plásticos, papéis de picolé, latinhas e garrafas d´água, cada caixa também continha uma etiqueta com a seguinte mensagem: “O lixo jogado no mar um dia volta. Pra todo mundo.” – deixando evidente que mesmo quem nunca jogou lixo na praia, um dia poderá sofrer com as suas consequências. Confira o vídeo case:

Flip book com mau hálito: campanha super criativa da Listerine

Para mostrar como o mau hálito incomoda (e muito), a agência JWT de Hong Kong criou uma ação bem simples para divulgar a marca Listerine. Foram criados e distribuidos flip books com cheirinho de cebola. Veja a reação do público que recebeu o flip book: Simples e criativo.

Gillette cria barbeadores inspirados nos Vingadores

Como estratégia para promover o novo filme dos “Vingadores: A Era de…