Tag: bem

Coca-Cola emociona, inspira e convoca: vamos enlouquecer!

O que faz de alguém ser uma pessoa maluca? Falar sozinha? Ver coisas inexistentes? Ter amigos imaginários? Já parou pra pensar que, hoje em dia, pessoas que fazem o bem sem querer absolutamente nada em troca podem ser vistas como malucas?

Vamos enlouquecer, então! Porque o mundo precisa é dessa loucura-do-bem. Esse é o tema da campanha da Coca-Cola: Let’s Go Crazy!

Em um vídeo, em minha opinião bastante bonito e inspirador, a Coca-Cola mostrou pessoas que fazem o bem a desconhecidos por puro prazer e, dessa forma, muitas vezes são vistas como loucas.

Tem gente que paga o pedágio do carro de trás sem sequer conhecer o condutor, distribui a desconhecidos todos os presentes de aniversário que ganha, põe a própria vida em risco para salvar a de outra pessoa e muitas outras “loucuras”.

Dê o play para se emocionar.

A Coca-Cola também separou alguns desses personagens malucos-do-bem e fez vídeos específicos. Dá para saber mais sobre o Mr. Lucky, que doa a estranhos £ 1000 por dia (ele só pede que façam algo positivo com o dinheiro); a Secret Gardener, que sai nas ruas durante a madrugada com uma peruca rosa para plantar árvores e espalhar sorrisos; e o Swing Guy, que pendura balanças por lugares aleatórios – confesso que me identifiquei muito com esse, pois já tinha pensado na mesma coisa há algum tempo: balanças lembram a infância e, inevitavelmente, fazem as pessoas sorrirem e desestressarem.

No começo do post, eu disse que o vídeo era inspirador, né? Não sei vocês, mas me deu uma vontade louca de sair por aí fazendo o bem!

E aí, você é louco o bastante?

Ler mais

A publicidade do bem, inspirada em David Ogilvy

Admito que já sou famoso (internamente, é só com a equipe do blog) por sempre postar, na maioria das vezes, comerciais e ações assistencialistas, que julgo provocativos perante a nossa maneira de pensar e agir, acho que isso pode acabar por movimentar muita gente.

Tendo isso em vista, alguns grupos de estudantes e agências fizeram algumas ações de extrema sensibilidade, olhando para um pedaço do mercado que quase ninguém ve, e estes, que produziram tudo isso, se inspiraram em uma história protagonizada pelo gênio da publicidade: David Ogilvy


A história: Em um dia comum, a caminho de sua agência em Nova York, David se deparou com um morador de rua pedindo ajuda através de uma placa pendurada em seu pescoço, esta placa dizia: “Eu sou cego” e, infelizmente, ao lado deste morador, permanecia um copo para as possíveis doações e arrecadações que estava completamente vazio. Pensando nisso, David teve a atitude de alterar sutilmente a frase na placa deste morador de rua, escrevendo algo do tipo: “É primavera e eu sou cego”, após isso, David colocou a placa novamente em volta do pescoço daquele morador e seguiu seu caminho para o trabalho. Mais tarde, voltando para casa, David passou pelo mesmo caminho e cruzou o morador de rua no mesmo local, como eficácia de sua atitude, ele notou que o copo de arrecadações daquele morador, que mais cedo estava completamente vazio, se encontrava cheio de moedas e notas.

Como já foi dito, esta pequena atitude de David acabou por perpetuar no tempo e incentivar inúmeros estudantes, publicitários e agências a praticarem este tipo de atitude, apostando na aplicação da sabedoria de todos estes comunicadores por uma causa nobre.

A primeira ação é da agência Purple Feather Glasgow, que fez este viral em 2010 e conseguiu coletar mais de 12 milhões de views com o vídeo: “A força das palavras”:

Agora, um exemplo muito legal do que este tipo de atitude pode desencadear, um projeto recente, feito por estudantes de publicidade da Complot Escuela de Creativos de Barcelona.

O projeto se chama “Dreaming The Same“, e tem como essência a ideia de intervir e potencializar a comunicação destes moradores de rua, melhorando a arrecadação e claro, concedendo visibilidade a estas pessoas que já chegam a passar despercebidas ao redor do mundo:

A iniciativa tem site, basta você clicar aqui.

A ideia deste post é mostrar que a publicidade vai além de boas ideias e sacadas divertidas, podemos e devemos mudar as coisas! Existe uma frase de David Ogilvy (sim, o mesmo que inspirou isso tudo) que aposta na ousadia de nossas ideias:

“Estabeleçam metas mais altas. Rasguem novos caminhos. Disputem com os imortais“.

 David Ogilvy.

Ler mais