Veja o primeiro trailer de Independence Day 2: o Ressurgimento
A 20th Century Fox causou euforia nas redes sociais este domingo (13) por simplesmente liberar o primeiro trailer da continuação de um dos maiores sucessos do cinema: Independence Day 2: Resurgence.

O novo longa com estreia prevista para junho de 2016 faz parte da comemoração dos 20 anos do primeiro filme e traz de volta alguns rosto conhecidos como Jeff Goldblum, revivendo David Levinson e Bill Pullman como o ex-presidente Whitmore.

No enredo, David é agora o  diretor da agência de defesa espacial humana que tem o objetivo de usar a tecnologia alienígena para reforçar as defesas da Terra contra novos ataques. Só que eles não esperavam que o novo ataque – que aconteceria duas décadas depois – fosse mais forte e mais devastador.

Agora é esperar 2016 e torcer que o filme faça tanto sucesso quanto o primeiro.

Ah, e para quem vai perguntar sobre o Will Smith, ele não volta nesse filme. Quem vai substituí-lo será seu filho, Dylan (lembram dele?!), interpretado pelo cantor Usher.

Abaixo você confere o trailer dublado. Mas se preferir, lá no topo tem a versão legendada.

independence-day-resurgence independence-day-resurgence-2

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Loja usa imagens de assalto que sofreu para comunicar nova liquidação

Calma, você não leu errado. É que a Loja de roupas Reserva…

Como você acha que serão seus últimos 10 anos de vida?

Essa pergunta que o título propõe é complicada de responder, né? Ah, sei lá… falta muito ainda. Bom, você poderá estar brincando ao lado do seu neto, ou com a companhia constante de uma enfermeira, por exemplo. Quem sabe? A ideia realmente não é passar a mão na cabeça, é fazer refletir sobre o que você está fazendo hoje, para que tudo possa contribuir para um futuro positivo na sua vida. A iniciativa do vídeo abaixo tem como objetivo complementar o projeto ‘Make Health Last’, da Heart & Stroke Foundation, do Canadá. No site da campanha há um posicionamento interessante. Os canadenses têm uma vida longa, porém, não necessariamente saudáveis: Em média, eles passam os últimos 10 anos tendo que batalhar contra doenças. O conceito então quer fazer justamente com que as pessoas possam parar agora e pensar em como as escolhas feitas hoje podem contribuir para o que elas vão viver lá na frente. Atividades físicas, alimentação, humor… são tantos os fatores influenciáveis que fica até difícil saber por onde começar a rever alguns hábitos. Mas, mesmo realmente sendo um exercício cotidiano difícil, será que não vale a pena? A campanha ‘Make Health Last’ foi criada pela agência Lowe Roche.