Você lembra da época longilínea de 2011? O iPhone era o 4s, o Bin Laden foi encontrado e a primavera árabe estava no auge.

Até pode parecer que foi ontem, mas já fazem quase 6 anos. Pra você, amigo publicitário, se situar, a campanha de maior sucesso em Cannes na época foi Write The Future, da Nike.

Pois então, em 2011 a Jugend Gegen Aids, uma ONG que defende o uso de camisinha, criou uma ação no mínimo curiosa e polêmica.

Para chamar a atenção (principalmente da igreja católica) eles criaram uma estátua da virgem Maria que derramava uma lágrima a cada curtida na página.

E só a igreja poderia ser capaz de desencher a caixa. Saca só:

Mesmo sendo em 2011, onde as ações envolvendo o Facebook estavam explodindo, uma febre que não acontece mais hoje em dia, é uma boa referência de ação um pouco mais, digamos, polêmica.

acao-criatividadevirgem-maria-hiv

E aí, curtiu?

Deixe uma resposta
Leia também

Esse é o assento preferencial para quem bebe e dirige

Ação interessante da agência AGE Isobar para a Cervejaria Ô Fiô com o objetivo de gerar consciência sobre o consumo responsável de álcool e o risco de acidentes, que deixam mais de 5 mil pessoas paraplégicas por mês… Foram espalhadas algumas cadeiras diferentes: azuis, com símbolo de deficientes e com os dizeres “Assento preferencial para quem bebe e dirige. Beba com responsabilidade.” Confira o vídeo da ação e a reação das pessoas…

O segredo dos prédios…

Ótima campanha da Lego em prédios, demonstrando que eles são ‘construidos’ por…

Cartão de visita criativo para uma professora de Yoga

Um cartão de visita flexível onde você tem de torcê-lo para ler…

Ciclistas limpam carros nas ruas para mostrar que bicicleta não suja tanto

Aproveitando a presença do “ciclismo” e da “bicicleta” na mídia, resolvi resgatar uma guerrilha muito criativa que foi feita no final do ano passado – 2011 – por um grupo denominado “A Mudança“. Uma ideia que de tão simples, te deixa perplexo sobre toda uma possível mudança de hábito, afinal, vai saber se depois de dar o play na ação abaixo, você não acabe colocando uma bike na sua rotina e, consequentemente, acabe por sujar menos os carros? Simples – extremamente barata – e objetiva a ação acima, não achou? A guerrilha acima pode ser bem desafiadora, não? Afinal, pode te dar vontade de tirar alguma boa ideia do papel – ou no caso, recortar e sair por ai  limpando alguns carros. É válido se lembrar que as mudanças começam assim, grandes ou pequenas, todas precisam de um começo. A comunicação é a maior provocadora delas, join the team, saia da inércia e se arrisque com boas ideias! Parafraseando o mestre Coppola: “Quanto maior o orçamento, menores as ideias.“