Burger King paga lanche para quem topar ser um palhaço

Admito que essa publicação é parcial e, não, não é #publi mas admiro o marketing do Burger King quando agressivo desta forma.

Burger King sempre se destacou quando resolve cutucar a concorrência, para provar isso, vale revisitar uma campanha que eles também foram criativos, onde, para assustar todo mundo, fantasiaram algumas lojas da marca de concorrência. A campanha foi tão boa que rendeu inúmeros prêmios para a marca – e você pode revisitar clicando aqui.

Burger King paga lanche para quem topar ser um palhaçoEm 2018 eles resolveram envolver o público numa mecânica genial. Apostando na cultura americana em que todos se fantasiam nesta data, a ideia é simples e direta: quem se fantasiar de palhaço (garoto propaganda da marca rival – McDonald’s) leva o clássico sanduíche Whopper na faixa. A ação se chama Scary Clow Night; confira o filme:

https://www.youtube.com/watch?v=IJFHfwO12IY

Simples, direto e que, certamente, vai render mais alguns prêmios, afinal, não estamos falando apenas de uma ativação no PDV, mas de todo um cenário cultural que já toma as timelines com hashtags – vulgo Halloween – e a marca vai surfar nisso tudo como protagonista.

Um grande apelo publicitário com uma mecânica de recompensa simples: você me ajudar a ridicularizar a concorrência e eu te pago um lanche.

E aí, o que achou? Deixe seu comentário aqui!

Leia também

Intervenção para M&M’s em cinema

Pipoca, refrigerante, balas e chocolate. Esse são algumas das coisas que sempre levamos para dentro do cinema para curtir um filmezinho. E vendo isso, a Mars, detentora da marca de confeitos de chocolates M&M’s, resolveu personalizar o cinema Kinoplex do Itaim (SP) com os personagens e suas cores: As poltronas foram todas revestidas com as cores e o “M” característico dos confeitos. O lounge e a bomboniere ganharam divertidas cadeiras, mesas e pufs no formato dos M&M’S e de seus personagens. A ação foi desenvolvida pela AlmapBBDO e vai durar 6 meses. Ações como essa da M&M’s e da Ikea por exemplo (que decorou um vagão de trem no Japão) só mostra o quanto as empresas querem estar junto do seu consumidor e ser sempre lembrada. Só tem de tomar cuidado para não serem inconvenientes. ;) via. Nos acompanhe também pelo Twitter:http://www.twitter.com/comunicadores

Guerrilha para promover o filme Resident Evil 4

Hoje eu assisti a pré-estreia do filme Resident Evil 4: Recomeço em…

Softwear by Microsoft | e a gigante dos softwares lança sua linha de camisetas

Dando continuidade as ações da Crispin Porter & Bogusky para deixar a Microsoft mais “Cool”, – tentando se igualar à Apple – decidiram então lançar uma linha de camisetas, que recebeu o nome de “Softwear by Microsoft” (sacou o trocadilho com software?! wear, que em inglês, significa vestir). Todas as camisetas tem um estilo que revive os anos 80 – época que a Microsoft surgiu. Segundo a própria Microsoft, “é uma linha de roupas que resgata a nostalgia de quando os PCs estavam começando a mudar as nossas vidas […] – ah tá… Elas tem previsão de chegadas nas lojas americanas a partir do dia 15 de Dezembro (antes do Natal, para que os geeks nostálgicos possam pedir de presente) e com preço médio de US$15/cada. A dúvida que fica é: você compraria uma camiseta da Microsoft? Isso deixa ela mais “cool”? Via. AdAge Nos acompanhe também pelo Twitter:http://www.twitter.com/comunicadores