Em prol da paz, Burger King convida McDonald's para criar o McWhopper
Hoje acordei e dei de cara com uma campanha no mínimo absurdamente brilhante. Em prol do Dia Mundial da Paz, oficializado pela ONU, o Burger King simplesmente convidou seu maior concorrente, o McDonald’s, para criarem um hambúrguer unindo o Whopper e o Big Mac, originando assim o McWhopper.

Não se prendendo a apenas apresentar uma proposta e aguardar a resposta do McDonald’s para desenvolver mais detalhes, o Burger King já se adiantou e formatou basicamente tudo, desde os ingredientes utilizados no hambúrguer, até comunicação visual, preço e local.

A ideia é que o McWhopper seja comercializado apenas no dia 21 de setembro e somente em um local. E o local escolhido foi Atlanta, nos Estados Unidos, por ficar no meio do caminho entre as duas sedes. Caso a proposta vá pra frente, será construído um restaurante temporário onde terão funcionários das duas empresas atendendo em conjunto.

Um outro ponto interessante explicado no site, que recomendo fortemente a visita porque está bastante bonito e tem informações detalhadas do projeto, é que o pagamento dos clientes pelo hambúrguer não será em dinheiro. Eles deverão apenas escrever em suas bandejas uma declaração de paz.

“Reunimos os ingrediente para fazer o hambúrguer que alguns disseram que nunca iria existir. Alguns dizem a mesma coisa sobre a paz mundial. Juntos, no dia 21 de setembro de 215, o dia da paz, vamos provar que eles estão errados”.

https://youtu.be/DsaUuIj6Xb0

Proposta genial até aqui, não? Aparentemente não muito pro CEO do McDonald’s. Foi publicado um post no Facebook oficial da companhia em que ele até elogia a ideia, maaaaaas… fala que as duas marcas podem fazer algo maior para fazer a diferença. Steve ainda aproveita para dar uma “reclamada” comentando que o que há entre as marcas é uma concorrência amigável e não nada comparável a uma guerra (como demonstra o vídeo).

Tudo isso aconteceu hoje pela manhã. Tanto o site quanto a resposta desanimadora, que veio por post no Facebook tacando um balde de água fria. Sendo então muito cedo para conclusões, só resta parabenizar o Burger King e aguardar se teremos próximos capítulos nessa história.

mcwhopper-mc-bk-2 mcwhopper-mc-bk-3 mcwhopper-mc-bk

6 comentários
  1. Shoooow! Curti mto a iniciativa…. pena que o Mc é ganancioso demais pra aceitar.

  2. Achei vacilo a galera criticar o McDonald’s por não aceitar. Todos os anos a rede faz o McDiaFeliz, uma ação que REALMENTE faz a diferença. Daí vem o Burger King propõe uma ação puramente simbólica, o McDonald’s rejeita e o Burger King é que leva a fama de preocupado com o mundo, e o McD’s fica com a fama de egoísta e ganancioso.

    Quanto a ação, a ideia realmente foi boa (apesar de, como disse, se resumir puramente a marketing, simbolismo, nada que realmente faça a diferença no mundo), mas achei errado o BK propor isto em público, praticamente coagindo o McD’s a aceitar ou ficar com fama de cuzão (que é o que de fato aconteceu).

  3. kadug, concordo com quase tudo o que vc falou, menos o final… é uma campanha PUBLICitária, como não propor em PÚBLICO? A intenção era exatamente essa, jogaram a batata quente na mão do Mc e eles ao invés de aproveitar pra fazer McFritas, se queimaram!
    Inteligente mesmo foi o Giraffas, que se aproveitou lindamente da situação e tá agora com todos os holofotes voltados pra si!

  4. Mas o que eu quis dizer é que a campanha poderia ter sido combinada em particular, e lançada em público por ambas as empresas. Seria bem mais honesto e evitaria o constrangimento ao McDonald’s, que basicamente ficou entre aceitar e propover a campanha do concorrente (porque a ideia, a concepção, o design, tudo foi desenvolvido pelo BK, que levaria os créditos por tudo isso) ou não aceitar e passar imagem de empresa egoísta e gananciosa, que foi o que aconteceu.

    Sobre o Giraffas, realmente, o timing deles foi perfeito.

  5. Ganancioso não… imagina alguém do nada convidar vc para fazer algo que não está nos seus planos, para fazer algo grandiosos em menos de 1 mes, e não ter avisado nada… O Mc pegou leve na resposta, eu mesmo teria mandado uma bem pior expondo o tal rei, que se calou perante o Giraffas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Procura-se novos tatuadores. Preencha o QR Code para enviar seu portfolio

O estúdio de tatuagem Berrge Tattoo, da Turquia, estava procurando novos profisionais para a equipe. Para fazer a seleção, eles tiveram uma ideia bastante… apropriada, digamos assim. Os interessados que vissem o anúncio, deveriam cuidadosamente desenhar um QR Code. Só com o preenchimento completo e correto, é que o tatuador teria acesso ao formulário para enviar seu portfolio. Eu sei, eu sei… QR Code de novo? De fato não é muito comum esse tipo de ideia me agradar, mas acontece. Obviamente a precisão com uma caneta não se assemelha quando o trabalho é pra valer. Mas chega a ser divertido e simpático com o canditato, criando já uma aproximação inicial interessante. A peça foi uma criação da agência BÜRO, de Istambul.

Quando você vai querer ver gente de verdade?

Na rua, um menino abandonado e vítima de maus tratos está sentado…

Outdoor Supersticioso

Ação criativa da Leo Burnett Iberia de Portugal para promover uma exposição sobre Bruxaria. Eles criaram um outdoor interativo, com uma escada fixada nele, que contabilizava quem era supersticioso ou não. Dois sensores registravam em um painel quem passar normalmente por debaixo da escada e quem passava na fente dela. No vídeo case abaixo você pode conferir com mais detalhes como foi a ação: Outras versões do vídeo (1 e 2) E então? Você é supersticioso? Passaria por baixo da escada ou não ia se arriscar?