A evolução dos brinquedos em 100 anos
O site Mode já está famosos em disponibilizar em seu canal no Youtube, vídeos que mostram a evolução de alguma coisa ou comportamento nesses últimos 100 anos. Temos o exemplo da evolução das roupas femininas, das masculinas e até dos jantares em família.

E um dos últimos vídeos postados dessa série, faz uma viagem percorrendo a evolução dos brinquedos desde 1910 até 2015. No vídeo podemos perceber como foi a transição de brinquedos quase que artesanais feitos com materias simples como madeira até os sofisticados e repletos de tecnologia envolvida, década por década.

Sei que tinha muitos outros brinquedos que eram para estarem nessa lista, mas como o vídeo é de menos de 3 minutos para resumir um século, eles tiveram de peneirar bem.

100-anos-brinquedos

E então? Qual brinquedo marcou sua infância, mas não está no vídeo? O meu, por exemplo, foi o Pense Bem! (putz adorava aquilo e ainda tinha os livros de atividades rs)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Pedigree mostra que não existe cachorros ruins

Todos os dias – infelizmente – animais de estimação são mau tratados…

100 anos de estilos em 100 segundos

Para anunciar a inauguração do Westfield Stratford City, que em breve será o maior centro comercial urbano da Europa, a The Viral Factory criou esse filme divertido mostrando em 100 segundos a evolução de 100 anos de estilos e danças. Contagiante. Gostaram?

O Facebook Home veio oficializar o uso do smartphone para fugir da realidade

O Facebook Home (a nova versão do FB para Android) parece querer se tornar a ferramenta oficial daqueles que usam o smartphone para fugir da realidade e/ou fazer uma das coisas mais irritantes e mal educadas que a tecnologia possibilita (ficando atrás apenas do uso da caixa alta para escrever, e do compartilhamento de pessoas acidentadas ou doentes no Facebook): ficar “fuçando” no celular, enquanto alguém fala contigo. E não sou eu que estou falando isso, e sim os comerciais. O Facebook Home garante aquela experiência maneira de substituição de realidade a qualquer momento, para que você não precise mais ter que encarar a vida real. Há anos os especialistas decretam a morte do email. Podemos começar a dizer que as conversas pessoais começaram a morrer agora no dia 12/04/2013? Hehehe.