Após o decreto baixado no mês passado pelo rei Salman, da Arábia Saudita, determinando que, a partir de junho de 2018, as mulheres daquele país poderão tirar carteira de motorista, a Ford entrou na discussão do tema com uma imagem impressionante que viralizou no Twitter.

A medida era reivindicada há anos por organizações de defesa dos direitos humanos e ativistas locais, que chegaram a ser presas por estarem atrás de um volante. A Arábia Saudita é o único país do mundo que impede as mulheres de dirigir.

Na peça postada observamos os olhos de uma mulher no retrovisor com um fundo preto de tecido, fazendo alusão a Burca, traje que todas as mulheres sauditas tem de vestir ao sair de casa, onde apenas os olhos ficam a amostra.

Simples, mas bastante significativo para essa decisão.

O que acharam?

Leia também

Lamisil | Acabe com os fungos

Lamisil é um produto indicado para o tratamento de doenças nos pés causadas por fungos  (como frieiras e “pé-de-atleta”). E com a idéia de atingir o público alvo em lojas de calçados e artigos esportivos, a agência Saatchi & Saatchi da Alemanha, criou um material interessante para PDV. Foram colocadas caixas de acrílico onde dentro delas existiam tênis totalmente cobertos por fungos (de mentira) com uma mensagem de Quarentena. A intenção era chocar as pessoas e passar a mensagem de que usando Lamisil, a propagação de fungos é interrompida. Muito bacana, chamativo e nojento, não?

Starbucks lança capinha que camufla concorrentes

Todo café pode ser um Starbucks, mesmo se for o da concorrência. Essa foi a ideia da agência BBDO de Moscou que criou ‘capinhas’ com o logo da marca que eram distribuidas para pessoas que saíam de outras cafeterias concorrentes, deixando seus cafés mais “cool”. Aqui no Brasil o Conar ia cair matando. rs O que achou dessa estratégia? Curtiu?

Vivo para o Dia dos Namorados: “Eduardo & Mônica”

E uma das músicas mais famosas do Legião Urbana, finalmente ganha um clipe com cara de filme. Com a criação da Agência África e produção da O2 Filmes, a ótima canção “Eduardo e Mônica” (que completa 25 anos nesse ano) ganhou vida em um excelente comercial para a Vivo em comemoração ao Dia dos Namorados! No comercial, a história de amor que se passava no final dos anos 70 foi adaptada para os dias de hoje, onde as pessoas estão cada vez “mais conectadas“, fazendo o link da música com o posicionamento da operadora. Tirando a peruca terrível do Eduardo, quando ele deixa o cabelo crescer (e quando envelhece), eu gostei bastante. Ainda não é o filme que espero há 15 anos, mas chegou perto… O que você achou?