ondas que parecem montanhas fotografia
Movimento das ondas, assim como o formato das nuvens, é algo “mágico”, que facilmente pode ser uma armadilha para o cérebro: as vezes ficamos hipnotizados pelo aparente caos que as forma, e cria figuras e paisagens belas e contínuas.

O fotógrafo Dave Sanford também deve pensar assim, pois passou um mês registrando fortes ondas quebrando no Lago Eire.

Com o objetivo de mostrar as fortes ondas de quase 8 metros de altura, que no passado já afundaram navios, Dave passava 6 horas por dia (de 2 a 3 vezes por semana), embaixo d’água, esperando o momento certo para fotografar ondas que mais parecem montanhas quando congeladas em um frame.

ondas que parecem montanhas fotografiaondas que parecem montanhas fotografiaondas que parecem montanhas fotografiaondas que parecem montanhas fotografiaondas que parecem montanhas fotografiaondas que parecem montanhas fotografiaondas que parecem montanhas fotografiaondas que parecem montanhas fotografiaondas que parecem montanhas fotografiaondas que parecem montanhas fotografiaondas que parecem montanhas fotografiaondas que parecem montanhas fotografiaondas que parecem montanhas fotografiaondas que parecem montanhas fotografiaondas que parecem montanhas fotografia
O trabalho dele ficou lindo, e a pós produção deu uma cara especial, fazendo com que as fotos parecessem miniaturas.

A arte acaba deixando as imagens parecidas com aquelas que víamos nos livros infantis dos anos 70 e 80, onde era bem comum – ao invés de ilustrações – usar maquetes para criar os cenários e personagens.

E você, o que achou?

2 comentários
Deixe uma resposta
Leia também

Um lago que transforma animais em pedra

É isso mesmo que você leu no título. Não, a medusa não…

Designer espanhol insere criaturas ilustradas em cenários reais

O ilustrador e designer Juan Carlos Paz, também conhecido simplesmente por Bakea, conseguiu unir fotografia e ilustração de uma forma única. Com identidade forte em cada um dos trabalhos, os incríveis cenários fotografados por Juan ganham presenças de estranhas criaturas desenvolvidas pelo próprio, além de filtros para dar o toque final. Para conhecer mais sobre as artes de Bakea, basta acessar seu Tumblr.

Um cachorro e um homem recriam cenas românticas de filmes

“Minha chefe traz o seu cachorro Wrigley para o trabalho todo dia,…

Os grafites de Banksy em versão live action

Os grafites do Banksy, ou como alguns chamam “intervenções urbanas”, o transformaram em um dos artistas plásticos mais relevantes da atualidade. Portanto, é comum que ele se torne referência, como no caso da obra do fotógrafo Nick Stern: ele lançou uma série de fotografias, chamadas “You are not Banksy” (Você não é o Banksy), trazendo para a “vida real”, algumas das ilustrações mais famosas do artista plástico. Eu gosto muito da “cultura do remix”, pois ela nos leva a novas visões, das obras que já gostamos (sejam pinturas, poesias, músicas, etc). Alguns remixes são bons, outros ruins. Eu gostei desse, e você?