The Fight Book: História de Anderson Silva vira HQ do UFC

O UFC encontrou uma maneira diferente de promover seu próximo grande evento,…

A história do Lorem Ipsum

Lorem Ipsum é uma simulação de textos e frases para compor e…

8 Dicas para criar um mundo de fantasia ou sci-fi

Autores de ficção científica e fantasia costumam criar um mundo próprio, com…

Roteirista de Toy Story compartilha as pistas para uma excelente história

Todos nós somos histórias. Nascemos com elas. As histórias afirmam quem somos.…

Jaguar apresenta modelo F-Type com curta metragem “Desire”

A Jaguar apresenta novo modelo F-Type com a curta metragem “Desire” criada pela agência de publicidade The Brooklyn Brothers, realizada por Adam Smith e produzida pela Ridley Scott Associates. Ser capaz de conseguir prender a atenção de quem seja a um vídeo de 2 minutos já é díficil, quanto mais aos 13 minutos que tem a duração do filme. Excessivo? na verdade eu saí supreendido, o curta prendeu minha atenção durante todo o tempo, com uma narrativa simples mas com surpresa no momento certo, com visuais fortes e atuações de muita qualidade das suas três personagens. A trilha sonora também é destaque, com a música “Burning Desire” da Lana Del Rey.   Como conteúdo, é semelhante à série BMW Films de há uma década. A comparação é inevitável e todo mundo a está fazendo. Mas na verdade essa comparação é meio inútil. Era a mesma coisa que dizer que não se pode usar mulher em comercial de cerveja porque já foi usado. A questão mais importante é: será que “Desire” vai ter sucesso como publicidade? Eu acho que o filme cumpre bem o objetivo enquanto publicidade. O Jag aparece em quase todas as cenas, sempre no contexto da história e por isso sua presença nunca é gratuita ou percebida como simples colocação de produto ou merchandising. Mesmo quando Lewis, com uma arma apontada, recita uma ladainha de especificações técnicas do F-Type, o discurso não soa forçado nem fora do lugar.  Agora me diz, não é verdade que como espectador você fica desfrutando do passeio selvagem, cobiçando sempre o impressionante design e comportamento em estrada do F-Type? Não aconteceu com você?